segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Relatório final e apresentação

Olá! Tudo bem com vocês? Espero que sim ...
Pois bem, o motivo da postagem é o seguinte: 
Já estamos no terceiro trimestre e precisamos acertar alguns detalhes dos nossos trabalhos, não é?  
- Elaboração do relatório final e da apresentação, por exemplo.
Portanto, AGILIDADE galera! AGILIDADE!
Sei que quando se fala em "apresentação" há um certo nervosismo, mas se estiverem bem preparados tudo dará certo! Afinal, já estão trabalhando com o tema das pesquisas desde o início do ano, certo?
Mas mesmo assim, vou sugerir um link com algumas dicas ...
E sobre a elaboração do relatório final também tem o link de um material muito bom, lá da Fundação Liberato, basta clicar a seguir ...

Pessoas bonitas! Aproveitem a oportunidade! Utilizem as dicas que são dadas aqui!
Conto com vocês ;)
A participação dos alunos é muito importante! Deixem um recado, dica, dúvida, sugestão, contribuição ...

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Iniciação científica para jovens pesquisadores



Olá meu povo querido!
Hoje quero indicar um livro show de bola, escrito pelo professor Fábio Ribeiro Mendes.
"Iniciação científica para jovens cientistas" é o nome ... é uma leitura bem interessante e com certeza de GRANDE ajuda para todos!
Tive a oportunidade de conhecer o professor Fábio lá na escola, numa de nossas formações. Foi uma tarde maravilhosa! Acrescentou muito aos meus conhecimentos.
Temos um exemplar disponível na biblioteca, ok!
Mas mesmo assim vou deixar um link para quem quiser dar olhadinha no assunto ...

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

sábado, 15 de setembro de 2012

Dicas bacanas!



Bom dia galera! Tudo beleza?
Então ... a postagem de hoje é a seguinte:
Compartilhar com vocês algumas "ideias" para os trabalhos do Seminário Integrado!
Portanto, acessem minha página no Facebook: Cíntia Maciel
Vejam as dicas bacanas que coloquei lá (reciclagem, alimentação saudável, ...). 
Conversem com os colegas de grupo e AÇÃO!

Aguardem notícias, ok!

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Seminário Integrado - O que é?



Convivência


Pinguins - Trabalho em equipe


Caranguejos - Trabalho em equipe


Formigas - Trabalho em equipe

Bueno moçada!
Só para "ilustrar" um pouco melhor o que é a disciplina de Seminário Integrado.
Seminário Integrado é, além dos projetos e das pesquisas,  CONVIVÊNCIA e TRABALHO EM EQUIPE.
Pensem nisso, ok? 

Ah! Lembrei de mais um vídeo (lindo) que traduz muito bem a importância da UNIÃO ...



Imagine - Playing for Change Song Around the World

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

Vídeos legais!


O BRINCAR E O PLANTA - Professora Sassá

Turma da Mõnica em É preciso reciclar

Reciclagem: O luxo do Lixo 

Lixo Extraordinário 

 Bom dia galera!  Hoje quero compartilhar alguns vídeos bem legais, que têm de certa forma, alguma "relação" com os temas das pesquisas.

Espero que gostem, ok!

 

Abraço, 

Profe. Cíntia Maciel

 

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Como fazer citações



Bom dia galera! Tudo belezinha?
Só para dar uma reforçadinha no assunto "Citação", trouxe umas dicas (do Recanto das Letras), ok?
Espero contribuir mais uma vez ...



COMO FAZER CITAÇÕES

Suponha que você esteja fazendo um trabalho literário, e necessite do trecho de uma obra pesquisada para comprovar, dar credibilidade a sua afirmação, ou melhor, ao seu trabalho. Neste caso você terá de recorrer à citação. Portanto, a citação seria: trechos de textos consultados, considerados relevantes para a elaboração de um trabalho textual, e que colaboram com as idéias do pesquisador.
Segundo a ABNT (2002), as citações são classificadas em três tipos: Citação Direta; Citação Indireta e Citação de Citação.
1. CITAÇÃO DIRETA - é a transcrição ou a cópia, no corpo do seu trabalho, de um texto, um parágrafo, uma frase ou uma expressão, usando exatamente as mesmas palavras usadas pelo autor da obra pesquisada.
1.1. Citação Direta de Até Três Linhas – deve ser inserida no parágrafo, entre aspas duplas. Há duas maneiras possíveis:
1ª. Trazemos o autor para o corpo do trabalho, empregando termos como: segundo, de acordo com, afirma, relata, conceitua, descreve etc., seguido do nome e sobrenome do autor, e, entre parênteses a data da obra consultada, vírgula, e o número da página consultada:
O rondel compõe-se de duas quadras e de uma quintilha. Segundo Manoel do Carmo (1919, p.215), "presta-se o rondel aos conceitos galantes e madrigalescos, às gentilezas amorosas e aos sentimentos delicados".
► Lá na bibliografia:
CARMO, Manoel do. Consolidação das Leis do Verso, São Paulo Duprat, 1919, p.215.
2ª. Trazemos a citação para o corpo do trabalho, e informamos ao final da citação (entre parênteses) o autor, a data e a página, estes virgulados. Veja o exemplo:
"Presta-se o rondel aos conceitos galantes e madrigalescos, às gentilezas amorosas e aos sentimentos delicados." (Manoel do Carmo, 1919, p.215).
Na bibliografia idem a 1ª.
Observações:

1ª. Havendo mais de um autor, observam-se os mesmos procedimentos, apenas ressaltando o nome dos autores na ordem em que aparecem na obra consultada.
2ª. Não precisamos atribuir crédito a informações contidas em enciclopédias, dicionários e informações históricas de conhecimento comum.
1.2. Citação até Três Linhas pelo Sistema Numérico - nesse sistema, a fonte da qual foi extraída a citação é indicada em nota de rodapé, no final da página, ou do artigo. A numeração no texto da citação deve ser feita de maneira única e consecutiva para todo o trabalho ou para cada capítulo. Deve ser feita, de preferência, com os números situados um pouco acima da linha de texto (sobrescrito) e ao final da citação. As outras opções são: colocar o número entre parênteses (1) ou entre colchetes [1].
A indicação dos dados, no rodapé, deverá estar situada na margem inferior da página, separadas do texto por um traço contínuo (3 cm, no máximo) a partir da margem esquerda. As notas devem ser digitadas dentro das margens do texto, com a mesma fonte, porém em tamanho menor:
Sobre a oração principal, ratificamos as palavras do professor Celso Cunha: "Tal classificação tem o inconveniente de se basear em dois critérios; ou melhor, de fazer predominar o critério semântico sobre o sintático”¹. ou: sintático" (1) [1].
Lá no rodapé:
_________________
¹ CUNHA, Celso. Gramática do Português Contemporâneo, São Paulo, Cultrix, 1970, p. 401.
Quando várias notas de rodapé se referem a uma mesma obra e mesmo autor, a partir da segunda nota, deve ser usada a expressão [idem], ou sua abreviação [id.] (= mesmo autor) e [ibidem] (= mesma obra). A expressão [idem] substitui só o autor e não as diferentes obras. Outra maneira de não repetir a referência da obra é usar [op.cit.], que é abreviação de opus citatum, (= obra citada).
_______________
2 Idem, Ibidem, p. 190.
3 Idem, op. cit., p. 190.
A utilização desse sistema não dispensa a apresentação da lista de referências bibliográficas ao final do trabalho.
1.3. Citação com mais de Três Linhas – deve ser destacada, pulando-se uma linha para iniciar a transcrição da citação, com recuo maior da margem esquerda, com tamanho da fonte menor que a utilizada no texto, sem aspas e crédito(s) do(s) autor(res) ao final da citação. Para reiniciar o texto normal, pula-se outra linha:
É assim que podemos acompanhar Henry Edmond ao longo de toda a sua vida e que Hamlet poucas horas passará conosco. Em um dia de leitura podemos viver anos e anos da existência das personagens de uma ficção. Nas poucas horas que dura uma tragédia, pouco mais viveremos que os derradeiros momentos do herói. (SIMÕES, João Gaspar. Ensaio sobre a Criação no Romance, Rio, 1944, p.14)
1.4. Citação com Trechos Omitidos - trechos dispensáveis ao entendimento da citação podem ser omitidos, desde que não alterem o argumento do autor; para isso utilizamos colchetes e reticências [...] a fim de indicar a omissão. Do mesmo modo, se a supressão ocorrer no início ou no final da citação:
"Em suma, constituem diversos momentos do movimento dramático [...] fases de ação, são eles mesmos ações". (SIMÕES, João Gaspar. Ensaio sobre a Criação no Romance, Rio, 1944, p. 393)
2. CITAÇÃO INDIRETA - É a transcrição livre do texto, isto é, usamos nossas próprias palavras para expor a idéia do autor. Podemos, ainda, se o trecho for muito longo, interpretar a idéia do autor e fazermos uma síntese.
Nesse tipo de citação, não se utiliza as aspas; mas o autor, a fonte e a data de publicação devem ser citados. Não é obrigatório colocar o número de páginas, mas se o fizer deve repetir em todas as outras citações:
Como lembra Martins (1984), o futuro desenvolvimento da informação está cada dia mais dependente de um plano unificado de normalização.
3. INFORMAÇÕES ADICIONAIS
1ª. No caso de citações de periódicos informamos o sobrenome e o nome do autor. O título do artigo e o subtítulo (se houver). O nome da revista ou jornal, local, volume, número páginas, mês abreviado e ano:
MURICI, Andrade. Letras e Artes, Suplemento Literário de A Manhã, Rio, p. 6, 20-7-1952.
2ª. Acréscimos e/ou comentários, quando necessários à compreensão de algo dentro da citação, aparecem entre colchetes [*]:
 "Enok [considerado o rei do besteirol] divulgou sua mais recente obra [de humor] na livraria..."
3ª. Para se destacar palavra, frases, em uma citação, usa-se o grifo em negrito ou itálico; havendo, porém, a necessidade se colocar ao final da citação, a expressão (grifo nosso), [grifo nosso] ou (grifo do autor), [grifo do autor]:
Ela diz que contraiu o vírus através de uma transfusão, em uma entrevista coletiva. [grifo meu]
4ª. Quando se tratar de dados obtidos através de informação verbal (palestras, debates, comunicações, etc.), indicar entre parênteses a expressão "informação verbal", mencionando-se os dados disponíveis somente em nota de rodapé:
No texto: A Biblioteca Setorial de Educação informa que está revisando as orientações para elaboração de trabalhos acadêmicos (informação verbal).1
Em rodapé:
_____________
1 Informe repassado pela bibliotecária responsável aos usuários da biblioteca... ®Sérgio.

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

domingo, 9 de setembro de 2012

Caderno de Campo


E aí galera!
Impossível falar em Seminário Integrado sem falar em Caderno de Campo ... Aliás, eu falo muito nele, não é?
Sinal de que é mesmo muito importante para as pesquisas de vocês!
Serve para os registros detalhados das informações, observações, ideias, dúvidas que surgem durante a pesquisa. Nele se registra TUDO, TUDO o que diz respeito ao tema pesquisado.

Como? O que anotar mesmo?

- Datas,
- Dados bibliográficos consultados;
- Endereços;
- Visitas realizadas;
- Entrevistas;
- Rascunho do Projeto de Pesquisa;
- Registros de Momentos de Orientação;
- Descrição dos experimentos;
- Medidas, cálculos, gráficos;
- Análise dos resultados;
- Rascunho do Relatório Final;
- Preparação da Apresentação.

Aguma dúvida?

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

Sites confiáveis !


 Meu povo querido! Cá estou mais uma vez para deixar uma dica bem legal sobre a pesquisa na internet, que também é válida, desde que seja feita em sites confiáveis, ok?
É preciso ler com atenção as informações oferecidas, registrar nas fichas de leitura e no caderno de campo (Ah! O caderno de campo ...), pois pesquisar na internet não é só “Ctrl + C / Ctrl + V” (que vocês já devem ter ouvido falar, né?)
 Então, vou listar alguns links bacanas ... Acessem, por favor!
Com certeza terão ótimas contribuições para os trabalhos de vocês!!!
* SciELO;
* Qualis;
* E demais Bibliotecas Digitais.

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

Ah! A Revisão Bibliográfica ...


Bueno moçada!
Tenho recebido vários pedidos de ajuda sobre a “Revisão bibliográfica”.
Vejamos se consigo ajudar o povo do Seminário ...
Galera! A revisão bibliográfica é uma etapa importantíssima da pesquisa. Requer muito, muito estudo, bueno?

- Revisão bibliográfica: O que é? (Leitura, gente! Leitura!)
– Quem já pesquisou algo semelhante?
– Busca de trabalhos semelhantes ou idênticos.
– Pesquisas e publicações na área
* Cabe afirmar que se torna relevante o fato de o pesquisador estar atento a publicações antigas, haja vista que a ciência se perfaz de inovações, de novas descobertas, razão pela qual não é muito aconselhável se apoiar somente em fontes com mais de dez anos publicadas. Somando ainda a esses pressupostos, ressalta-se a importância de o pesquisador, ao mesclar as informações que lhe são próprias com as de outros autores, procurar não fazê-la semelhantemente a um fichamento literário, no qual se evidenciam posicionamentos soltos, desconexos, fragmentados.

- Como assim? (Registrar as informações nas fichas de leitura e ...)
• Envolve a montagem do quadro referencial teórico, de abordagem clássica ou atual, ligado diretamente ao problema de pesquisa, que o aluno utilizará para obter subsídios, visando definir, com mais clareza, os diversos aspectos a serem objeto de levantamento de campo.
• É a construção de uma base conceptual organizada e sistematizada do conhecimento disponível pertinente a ser pesquisado.
• Buscam-se teorias, abordagens e estudos que permitam compreender o fenômeno de múltiplas perspectivas.
• O papel do pesquisador é de promover um diálogo entre diferentes autores.

- Levantamento Bibliográfico
• É também um trabalho de pesquisa diferenciando-se do levantamento de campo porque busca informações e dados disponíveis em publicações – livros , teses e artigos de origem nacional ou internacional, e na internet, realizados por outros pesquisadores.

Não se esquecer da introdução e da conclusão!
 
E aí, ajudei?
 
Abraço, 
Profe. Cíntia Maciel
 
 

Normas da ABNT


Bom dia moçada!
Sabemos que as aulas de Seminário Integrado não podem ser resumidas em "aulas de ABNT", embora para muitos seja isso mesmo...
Mas sabemos também que é conhecer (bem) as "regras" para a produção dos trabalhos (relatórios). Concordam?
Bom, sendo assim, vou compartilhar com vocês um link bem legal, que traz as regras "explicadinhas' e ilustradas. É do blog: ENFERMAGEM Alagoas
Galera! Não percam a dica ... é muito valiosa, ok!
Mas qualquer dúvida que tenham, já sabem ... "É só prender o grito!"

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

sábado, 8 de setembro de 2012

Vídeo "Aprender a aprender!"


Galera do Seminário!
Achei o vídeo acima bem interessante ... pois estamos buscando novos conhecimentos e desafios!!!
Assistam ao vídeo e vejam que é possível aprender a aprender. Basta querer!
Estou aguardando contribuições para o blog, ok?

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

Organização dos grupos


Turmas de 1º ano que fazem parte do Seminário Integrado:

Turno - Manhã:
* 111;
* 112;
* 113;
* 114; e
* 115.

Turno - Noite:
* 116.

Os alunos se organizaram em grupos. Cada grupo pesquisa sobre um eixo temático ...


  • TEMA: MEIO AMBIENTE E SAÚDE
  • EIXOS TEMÁTICOS
- Sustentabilidade
♥ Trabalho, Consumo/Consumismo, Recursos Naturais, Reciclagem, Aquecimento Global.

- Qualidade de Vida
♥ Saúde, Alimentação Saudável, Lazer, Esporte e Cultura, Política, Globalização, Drogas, DST.

  Abraço,
Profe. Cíntia Maciel

Em ação ...


ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO MÉDIO EMÍLIO SANDER
SEMINÁRIO INTEGRADO 2012

1.      Projeto: MEIO AMBIENTE E SAÚDE
1.1  Tema: “Seja consciente: Respeite a VIDA e o MEIO AMBIENTE!”

2.      Justificativa
               A Escola Emílio Sander tem a preocupação de trabalhar com os alunos os temas atuais. Nada mais urgente na nossa sociedade do que educar essa geração para lidar de forma consciente e participativa com as questões ambientais e o cuidado com o bem estar.
               A degradação do meio ambiente põe em risco a vida no planeta Terra e todos devem estar suficientemente esclarecidos dos riscos que a humanidade corre e principalmente de que nossas ações diárias podem e vão interferir no futuro da comunidade e da vida no planeta.
              Portanto é necessário prever ações educativas que possibilitem tanto o esclarecimento sobre a necessidade de preservação do meio ambiente e da vida, quanto desenvolver práticas de intervenção na realidade que nos cerca.

3.      Objetivo Geral
               Proporcionar situações de aprendizagem em que o aluno possa observar, analisar, refletir e intervir no seu meio. Desenvolvendo e participando de atividades educativas que estimulem a mudança de hábitos em relação ao meio ambiente, favorecendo a reflexão sobre a responsabilidade ética dos seres humanos em relação à vida saudável do nosso planeta.

4.      MEIO AMBIENTE E SAÚDE, eixos temáticos e objetivos específicos

4.1  MEIO AMBIENTE E SAÚDE - Sustentabilidade
4.1.2        Eixos temáticos
                 Trabalho, Consumo/Consumismo, Recursos Naturais, Reciclagem, Aquecimento    
                 Global.

4.2  4.2 MEIO AMBIENTE E SAÚDE – Qualidade de Vida
4.2.1  Eixos temáticos
                 Alimentação saudável, Lazer, Esporte e Cultura, Política, Drogas, Doenças (DST), Gravidez na adolescência, Saúde Pública.

4.3    Objetivos específicos
- Reconhecer os diferentes aspectos da comunidade em relação à saúde, qualidade de vida e preservação do meio ambiente;
- Estabelecer relação entre alimentação e qualidade de vida;
- Identificar os recursos naturais existentes e a utilização dos mesmos;
- Desenvolver atividades práticas que possibilitem a vivência de propostas alternativas para o uso dos recursos naturais, água, energia, solo, ar e de destinação do lixo doméstico.
- Capacitar os alunos para o plantio e a preservação de áreas verdes no ambiente escolar;
e na comunidade;
- Participar de ações sociais que resgatem os valores essenciais à existência humana: respeito pela vida, ética, responsabilidade e solidariedade;

4.4              Metodologias
- Leitura, seleção, organização e interpretação de dados e informações representadas de diferentes formas, utilizando diferentes linguagens;
- Pesquisas bibliográficas na Internet;
-Trabalhos em grupos;
- Elaboração de tabelas e gráficos;
- Laboratório de informática;
-  Caderno de campo;
- Debates;
- Criar estratégias para a separação do lixo, também, nas dependências da escola;
- Conscientizar para o descarte correto do óleo de cozinha;
- Incentivar o plantio de árvores na escola e nas casas;
 - Oficinas (sabão, sacolas e outras embalagens alternativas, matemática com tampinhas de garrafa);
- Divulgar para a comunidade  campanhas feitas no decorrer do projeto ;
-  Pesquisa de campo;
-  Pesquisa de opinião pública.
-  Palestras sobre o saúde e meio ambiente;
- Campanhas de cuidado com a saúde  e meio ambiente.
  
4.5  Produtos finais
  
Os produtos finais da pesquisa podem ser de diferentes maneiras, tais como:  banners e/ou cartazes, mostra fotográfica, curtas, documentários, produção textual (redação), montagem de um jornal, etc.
Juntamente com o tipo de apresentação escolhida, será elaborado relatórios individuais e coletivos por grupos.

Na última semana do projeto serão expostos os trabalhos feitos pelos alunos (Mostra Pedagógica);
- Depoimentos dos alunos;
- Produções de textos;
- Encenações teatrais
- Documentários;
- Gincana
- Trabalhos de arte (realizados nas oficinas)
 
4.6              Estimativa de tempo para execução do Projeto

  1º Trimestre

Tema:
Justificativa:
Objetivo geral:
Objetivo específico:

2º Trimestre
- Saídas de campo;
- Pesquisa de opinião pública;
- Revisão Bibliográfica.

3º Trimestre
-  Elaboração do relatório  final;
- Elaboração da apresentação.
 
Na última semana do projeto serão expostos os trabalhos feitos pelos alunos (Mostra Pedagógica);
- Depoimentos dos alunos;
- Produções de textos;
- Encenações teatrais
- Documentários;
- Gincana
- Trabalhos de arte (realizados nas oficinas)

 4.7              Avaliação

- Ao longo do processo espera-se que os alunos sejam capazes de desenvolver o seu lado critico.
 - Através da observação, analisar se houve um bom aproveitamento por parte dos alunos;
- A avaliação será realizada a partir dos conhecimentos prévios dos alunos, sendo contínua durante toda a realização do projeto utilizando diversos instrumentos de registro, acompanhando o desempenho individual e coletivo e buscando formas de autoavaliação;
- Será considerado satisfatório se os alunos demonstrarem envolvimento nas atividades propostas relacionadas à melhoria das condições ambientais da Escola e da Comunidade, identificando-se como agentes transformadores.

                                                                       


Bem-vindos ao blog do Seminário Integrado!



 Queridos alunos da Escola Emílio Sander !

O blog foi criado com o propósito de trocarmos ideia também quando estivermos fora do ambiente escolar. Aproveitem o espaço. Deixem recados, dicas, perguntas, CONTRIBUIÇÕES ...

  * Ensino Médio Politécnico - Seminário Integrado
Não é nada muito difícil, basta fazer parte da corrente, pois é uma disciplina que integra a nova base curricular do Ensino Médio Politécnico do RS.
E oportuniza, além da pesquisa, a interação entre professores e alunos. 


Professoras Coordenadoras:
* Cíntia Maciel;
*Luciane Rodrigues; e
* Muriel Portal.

Abraço,
Profe. Cíntia Maciel